Como liberar um Avivamento

Terça, 29 de Outubro de 2013

O profeta Joel foi usado pelo Senhor poderosamente para profetizar como podemos tocar os céus de tal forma que o povo de Deus tenha seu destino mudado, e assim seja restituído, abençoado e, sobretudo, liberemos o derramamento do Espírito Santo sobre todos. “Ele nos deu a receita do bolo”: conversão de todo coração, jejuns, quebrantamento, clamor desesperado, arrependimento, congregação santa. “Ainda assim, agora mesmo diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de alimentos e libação para o Senhor vosso Deus? Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai uma assembléia solene. Joel 2:12-15.” Infelizmente, o que vemos, na prática, são convocações para cafés da manhã pastorais a fim tratar de assunto formais, políticos ou corporativos. Para que serve isto? Onde está escrito isto? Enquanto isso as vidas perecem, o mundo agoniza e espera pela ação da igreja para trazer a libertação dos cativos. Que pobreza espiritual vivemos hoje!



Se nós cristãos vivêssemos a palavra, com certeza já teríamos completado a grande comissão, como determinou Jesus: “portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” Mateus 28:19. Jesus foi bem claro antes de ascender ao céu. Apenas através do revestimento do poder do alto poderemos cumprir a missão de evangelizar toda a terra até os confins do mundo. “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra,” foi o que ordenou Jesus em Atos 1:8. Somente devemos sair ao ministério depois do revestimento de poder. Esta condição é fundamental. De que serve um diploma de teologia sem a virtude do alto? Poderás apresentá-lo ao diabo e dizer a ele: “senhor diabo este papel me habilita a te mandares embora e deves obedecer a ele?” Não, não, não, poderás ser envergonhado se te garantires apenas de conhecimento, como aconteceu com os “sete filhos de Ceva, judeu, principal dos sacerdotes. Respondendo, porém, o espírito maligno, disse-lhes: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois? E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela casa. Atos 19:14-16”. Que vergonha! Eles ignoraram os princípios que Jesus nos ensinou: “Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum. Mateus 17:21”. Se dedicássemos ao menos o mesmo tempo gasto na formação teológica com jejum e oração, digo com certeza, já teríamos cumprido a grande comissão.

Para sua reflexão segue abaixo um trecho do livro, Caçadores de Deus de Tommy Tenney. Vejamos o que acontece efetivamente quando andamos na prática do ensino profético de Joel.

“ É por isso que gosto de ler a respeito de visionários intercessores como Aimee Semple McPherson e William Seymour que costumavam passar noites inteiras com a cabeça sobre uma caixa de maçã intercedendo e orando para que a glória de Deus se manifestasse. Creio que, quando intercessores se levantarem no meio do povo de Deus para clamar por Sua presença, chegará o tempo em que o Senhor finalmente dirá: "É isto. Não vou esperar mais. Já está na hora!"

Foi isto que aconteceu na Argentina em 1950. Um homem chamado Edward Miller escreveu o livro "Cry for me, Argentina" (Chore por mim, Argentina), no qual ele descreve as origens do avivamento argentino - cuja finalidade era abalar a América do Sul e o mundo. O Sr. Miller está na casa dos 80 anos hoje, e, por mais de quatro décadas, foi um dos poucos missionários pentecostais, comprometidos com o evangelho pleno, atuantes na Argentina.

Ele conta como 50 alunos do Instituto Bíblico Argentino, à época dirigido por ele, começaram a orar e experimentaram a presença e ação do Senhor. As aulas tiveram que ser suspensas, tamanho o comprometimento daqueles jovens com a intercessão por seu país, a Argentina. Diariamente, durante 49 dias seguidos, eles oraram e intercederam por sua Nação. O país era um deserto espiritual naquele tempo. O Sr. Miller conhecera somente 600 crentes cheios do Espírito, em todo o país, durante os anos de governo de Juan Perón. Ele me disse que nunca vira tantas pessoas chorando e clamando, por tanto tempo, daquela maneira. As origens e propósitos daquele clamor só podiam ser espirituais.

A verdade é que não sabemos muito sobre intercessão nos dias de hoje. Para muitos, interceder significa ficar repreendendo o inimigo, mas não é disso que precisamos: só precisamos que o "Pai" se manifeste.

Aquilo só poderia ser descrito como um choro sobrenatural

O Sr. Miller me disse que aqueles jovens intercessores choraram e clamaram sem cessar. Ele mencionou um jovem que encostou a cabeça na parede e chorou. Quatro horas depois, suas lágrimas escorriam pela parede. Seis horas se passaram e ele estava sobre uma poça formada por suas próprias lágrimas! Aquele era um clamor sobrenatural, esta era a única explicação. Eles não estavam simplesmente se arrependendo por algo que tinham feito. Foram movidos pelo Espírito a um "arrependimento vicário", no qual começaram a arrepender-se por causa de coisas que aconteceram entre outras pessoas em sua cidade, sua região e em seu país.

O Sr. Miller conta que, no qüinquagésimo dia de intercessão contínua perante o Senhor, veio a eles uma palavra profética: "Não chore mais, pois o Leão da Tribo de Judá prevaleceu contra o príncipe da Argentina." Dezoito meses mais tarde, argentinos aglomeravam-se em cultos evangelísticos realizados em estádios de futebol com capacidade para 180 mil pessoas e, mesmo os maiores estádios do país não eram grandes o suficiente para abrigar as multidões.

Nunca me esquecerei do que aquele homem me disse:

"Se Deus puder contar com pessoas entre Seu povo, em uma determinada região, que rejeitem o domínio satânico com humildade, quebrantamento, arrependimento e intercessão, então Ele vai entregar uma "ordem de despejo" ao poder demoníaco vigente naquela área. E quando assim Deus o fizer, veremos a manifestação de Sua glória."

Oro para que os céus se abram sobre nossas cidades e nossa nação, para que a glória de Deus se manifeste; que as fortalezas demoníacas sejam quebradas e que as pessoas ao nosso redor não possam mais resistir. Como isto pode acontecer? Através da manifestação da glória de Deus. Sim, intercessores se levantarão para fechar as portas do inferno e abrir as janelas do céu!”

Testemunho completo do avivamento dos Prs Cordeiro

Canal Pastor Nelson Cordeiro
Música Destaque

Rio de Fogo
Ministério de Adoração do Avivamento


Um rio de fogo está fluindo
De Tua presença está vindo
Minha alma está ardendo
Por Tua glória meu SENHOR

Minha alma está sedenta
Meu espírito faminto
Minha carne anela
Tua glória e Tua unção

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Meu coração por Ti batendo
Teu fogo está vindo
Minha alma por Ti clama
É tua glória meu SENHOR

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Doações

SITE MAP



Home
Nossa História
Agenda de Eventos
Cultos
Álbuns de Fotos
Videos
Entre em Contato

SIGA NOS



Facebook
Youtube

VISITE TAMBÉM



Centro Mundial de Avivamento
Pastores Ortega

VISITE NOS