Onde o Espírito Santo está há liberdade

Terça, 03 de Dezembro de 2013

Temos que atrair a presença de Deus pois onde Ele está aí há libertação, curas e sinais. Busquemos, sejamos cheios da sua presença.

Há uma palavra que expressa bem esta capacidade de libertação da presença de Deus:

"Ora, o Senhor é o Espírito e onde está o Espírito do Senhor ali há liberdade. E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito. (2 Coríntios 3:17, 18 NVI)



Jesus buscou a sua presença para começar seu ministério glorioso. E Ele foi batizado no Espírito Santo:

Quando todo o povo estava sendo batizado, também Jesus o foi. E, enquanto ele estava orando, o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba. Então veio do céu uma voz: “Tu és o meu Filho amado; em ti me agrado”. (Lucas 3:21, 22 NVI)

Depois, Ele foi cheio do Espírito Santo:

Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto, E no deserto conquistou o PODER DO ESPÍRITO:

Jesus voltou para a Galileia no poder do Espírito, e por toda aquela região se espalhou a sua fama. (Lucas 4:1, 14 NVI)

E QUEM É ESTE ESPÍRITO SANTO, SENÃO O PRÓPRIO DEUS!

Pois "estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito. " Diz o apóstolo Paulo em 2 Co 3:22b.

Então quando Jesus começou a pregar no poder do Espírito Santo as pessoas eram livres, salvas, curadas de toda ação demoníaca!

Não precisa de muito esforço, basta a presença do Senhor e todo o mal vai embora.

Era isto que acontecia, pois Jesus estava cumprindo a promessa do Senhor em Isaías 61:

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas-novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor”. (Lucas 4:18, 19 NVI)

E assim começaram os sinais. Aonde Jesus ia os demônios se manifestavam. E com apenas uma palavra eram expulsos.

Na sinagoga havia um homem possesso de um demônio, de um espírito imundo. Ele gritou com toda a força: “Ah!, que queres conosco, Jesus de Nazaré? Vieste para nos destruir? Sei quem tu és: o Santo de Deus!” Jesus o repreendeu, e disse: “Cale-se e saia dele!” Então o demônio jogou o homem no chão diante de todos e saiu dele sem o ferir. (Lucas 4:33-35 NVI)

E logo o povo fluía a procura de Jesus, e todos eram libertos e curados, pois a presença do Espírito Santo, do Senhor, estava em Jesus e assim Ele curava os enfermos e libertava os cativos do diabo.

Ao pôr do sol, o povo trouxe a Jesus todos os que tinham vários tipos de doenças; e ele os curou, impondo as mãos sobre cada um deles. Além disso, de muitas pessoas saíam demônios gritando: “Tu és o Filho de Deus!” Ele, porém, os repreendia e não permitia que falassem, porque sabiam que ele era o Cristo. (Lucas 4:40, 41 NVI)

Isto não é uma nova teologia, mas é um padrão ministerial do que Jesus nos demonstrou:

Pois, "como Deus ungiu Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e poder, e como ele andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo Diabo, porque Deus estava com ele. " (Atos 10:38 NVI)

Jesus nos deu um exemplo,

"Eu dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz. "(João 13:15 NVI) Ele nos orientou a só começarmos o ministério quando fôssemos revestidos desta glória poderosa, a presença do Espírito Santo: Eu envio a vocês a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto”. (Lucas 24:49 NVI)

E :

"Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra”. (Atos 1:8 NVI)

Sem Ele nada poderiam ter feito. Eles estavam despreparados, inertes, sem unção, nada podiam fazer. Tinham desistido do chamado e voltaram às antigas funções.

Estavam juntos Simão Pedro; Tomé, chamado Dídimo; Natanael, de Caná da Galileia; os filhos de Zebedeu; e dois outros discípulos. “Vou pescar”, disse-lhes Simão Pedro. E eles disseram: “Nós vamos com você”. Eles foram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada. (João 21:2, 3 NVI)

Mas o resultado foi nulo. Sem a presença do Espírito Santo no ministério teremos apenas frustrações, cansaço, e desgaste. Com o Espírito Santo faremos proezas. Vejam os resultados da colheita maravilhosas de almas, depois que os apóstolos foram cheios da presença gloriosa do Senhor:

1) Após uma simples pregação inspirada pelo Espírito Santo, 3 mil pessoas foram salvas:

Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas. (Atos 2:41 NVI)

2) Sinais miraculosos passaram a se manifestar:

Estava sendo levado para a porta do templo chamada Formosa um aleijado de nascença, que ali era colocado todos os dias para pedir esmolas aos que entravam no templo. Pedro e João olharam bem para ele e, então, Pedro disse: “Olhe para nós!” Disse Pedro: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande”. Quando todo o povo o viu andando e louvando a Deus, reconheceu que era ele o mesmo homem que costumava mendigar sentado à porta do templo chamada Formosa. Todos ficaram perplexos e muito admirados com o que lhe tinha acontecido. (Atos 3:2, 4, 6, 9, 10 NVI)

E ainda pediram mais poder:

Estende a tua mão para curar e realizar sinais e maravilhas por meio do nome do teu santo servo Jesus”. Depois de orarem, tremeu o lugar em que estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus. (Atos 4:30, 31 NVI)

E todos eram curados:

Afluíam também multidões das cidades próximas a Jerusalém, trazendo seus doentes e os que eram atormentados por espíritos imundos; e todos eram curados. (Atos 5:16 NVI)

3) O Espírito Santo deu-lhes também sabedoria e conhecimento, aos quais os religiosos não conseguiam sobrepor:

Então Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes: “Autoridades e líderes do povo! ... ... Vendo a coragem de Pedro e de João e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. E, como podiam ver ali com eles o homem que fora curado, nada podiam dizer contra eles. (Atos 4:8, 13, 14 NVI)

Queres um mover poderoso em teu ministério? Então deixe o Espírito Santo ser o Senhor de sua igreja!

Revista-se da sua unção, glória e poder e Deus te concederá um tremendo avivamento!

Testemunho completo do avivamento dos Prs Cordeiro

Canal Pastor Nelson Cordeiro
Música Destaque

Rio de Fogo
Ministério de Adoração do Avivamento


Um rio de fogo está fluindo
De Tua presença está vindo
Minha alma está ardendo
Por Tua glória meu SENHOR

Minha alma está sedenta
Meu espírito faminto
Minha carne anela
Tua glória e Tua unção

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Meu coração por Ti batendo
Teu fogo está vindo
Minha alma por Ti clama
É tua glória meu SENHOR

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Doações

SITE MAP



Home
Nossa História
Agenda de Eventos
Cultos
Álbuns de Fotos
Videos
Entre em Contato

SIGA NOS



Facebook
Youtube

VISITE TAMBÉM



Centro Mundial de Avivamento
Pastores Ortega

VISITE NOS