Sintomas da gestação de um avivamento

Sexta, 01 de Janeiro de 2014

Somente pode reviver quem esteve morto. Bebe água quem está com sede. O fogo se alastra onde há seca. Os famintos buscam comida com desespero. O sertão necessita da chuva.

Palavras óbvias! Sem dúvida. Porém por trás destas evidências há chaves que transformarão vidas para sempre. A necessidade de avivar presume uma condição anterior de decadência espiritual, uma crise existencial, uma necessidade humana visível, um sentido de realização. A certeza do fracasso que conduz à busca pela correção do processo para que enfim os resultados aconteçam.



Ora, a aplicação do termo avivamento supõe a ideia que algo sucumbiu, está a ponto de morrer, está sem vida, estado crítico. Apenas um fenômeno sobrenatural poderá transformar esta realidade.

Estas são condições necessárias para que um avivamento possa começar a acontecer: morte da vontade da carne, sequidão que produz sede das Águas vivas do Espírito, fome insaciável de Deus, deserto e solidão, escassez , decadência espiritual. Tudo isto vai gerar uma força interior que poderá nos tirar da inércia espiritual e nos conduzir para um relacionamento desesperado com Deus, que é a rendição completa à sua vontade.

Se estes sintomas estão se manifestando em sua vida, então você está sendo atraído por Deus para liberar um avivamento em seu corpo.

O profeta Habacuque previu que a obra de Deus entraria num período de decadência ao clamar: "Ouvi, SENHOR, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia." (Habacuque 3:2 ARC). Este mesmo texto traduzido para a linguagem de hoje leva a outra revelação: " Ó Senhor, ouvi falar do que tens feito e estou cheio de temor. Faze agora, em nosso tempo, as coisas maravilhosas que fizeste no passado, para que nós também as vejamos. Mesmo que estejas irado, tem compaixão de nós! "(Habacuque 3:2 NTLH) O Senhor estava irado com a decadência espiritual de sua obra. O profeta viu, ficou assustado e temeroso. Assim faz um clamor. E pede ao Senhor que avive a sua obra, dê vida ao que está a ponto de desaparecer. Ele também deseja que os sinais, prodígios e maravilhas relatados nas escrituras voltem a ocorrer. Ou seja, os sinais não foram apenas manifestações de um Deus do passado, mas podem ser feitas de novo, agora.

Os sacerdotes foram negligentes, não cuidaram da obra de Deus. O Espírito Santo foi entristecido e a chama se apagou. O poder de Deus parou de manifestar-se. Portanto, o que se torna antiquado e envelhecido está a ponto de desaparecer. (Hebreus 8:13 b NVI)

Todavia, as águas do Espírito saem para a região oriental, e descem pelo deserto, e alcançam o mar morto; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis. E será, depois, que toda a criatura vivente que passar por onde quer que entrarem estes rios viverá; e haverá muitíssimo peixe, porque lá chegarão estas águas, e serão saudáveis, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio. Que visão tremenda teve o profeta Ezequiel,no capítulo 47. As correntes do Espírito Santo, os rios de vida, fluem pela necessidade do deserto para levar vida aos mortos.

Como restaurar a fonte de vida na obra de Deus?

O Senhor promete, em Is 43:3-4, derramar água sobre o sedento e enxurradas sobre a terra seca. Ele derramará o seu Espírito Santo sobre aqueles que estão com sede, famintos, sem vida. E ao derramar este Espírito de Vida, toda esta condição de derrota, escassez, ruína, necessidade será transformada em benção. A restauração alcançará os descendentes. Haverá vida, os brotos de erva reverdecerão.

Há uma convocação em nossos dias. Deus está chamando os sedentos para serem cheios do Espírito Santo. “Venham, todos vocês que estão com sede, venham às águas; e vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo. (Isaías 55:1 NVI). "Até que se derrame sobre nós o Espírito lá do alto; então o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque." (Isaías 32:15 ARC)

Devemos sair da zona de conforto e buscar ao Senhor até que Ele venha e mude a realidade. Todavia, a inércia é a condição natural de uma pessoa que está conformada com a sua vida, satisfeita com suas conquistas. A inércia acomodada as pessoas na sua zona de conforto, pois crêem que não necessitam de nada além do que possuem, vislumbram ou compreendem. A rotina e a apatia conduzem ao sentimento de conformismo, produzem um falsa sensação de plenitude e realização. Outros ficam paralisados pelas terríveis experiências do passado ou presos às lembranças das conquistas perdidas, e ficam congelados, estáticos.

Somente os aflitos buscam socorro. Se estás acomodado em tua realidade, ela continuará a mesma. Quem busca uma mudança desesperadamente em Deus será surpreendido com grandes transformações. “O pobre e o necessitado buscam água e não a encontram! Suas línguas estão ressequidas de sede. Mas eu, o Senhor, lhes responderei; eu, o Deus de Israel, não os abandonarei. Abrirei rios nas colinas estéreis e fontes nos vales. Transformarei o deserto num lago e o chão ressequido em mananciais. Porei no deserto o cedro, a acácia, a murta e a oliveira. Colocarei juntos no ermo o cipreste, o abeto e o pinheiro, para que o povo veja e saiba, e todos vejam e saibam, que a mão do Senhor fez isso, que o Santo de Israel o criou. (Isaías 41:17-20 NVI)

Se desejas um avivamento, uma poderosa visitação do Espírito tens que sair da inércia. Senão saíres de tua zona de conforto, o teu desejo será apenas um pensamento. Uma ideia não pode trazer mudança alguma, caso não provoque reação. Um avivamento só poderá vir para ti se o teu desejo for maior que a tua dor, o anelo pela sua presença for maior que a tua preguiça de crucificar tua carne em horas intermináveis de oração. Tens que buscá-lo até que Ele venha e cambie tua vida. Por isso o apóstolo Paulo escreve em Romanos 12:2, para não sermos conformados com este mundo, mas sejamos transformados pela renovação do nosso entendimento, para que experimentemos qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

O desejo do Senhor para nossas vidas é revelado quando renovamos a mente humana ao nos inclinarmos para o Espírito. Isto só acontece pela santificação. Sabem qual é a vontade de Deus? a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição = carnalidade (1 Ts 4:3).

Nós só experimentaremos a perfeita vontade de Deus se tivermos intimidade com Ele. Assim Ele poderá revelar o que tem preparado para nós. "Deus nos instruirá no caminho que devemos seguir. Viveremos em prosperidade, e os nossos descendentes herdarão a terra. Porque o Senhor confia os seus segredos aos que o temem, e os leva a conhecer a sua aliança. "(Salmos 25:12b-14 NVI) O desejo do Senhor e a vontade de Deus é que sejamos cheios do Espírito Santo. Para agradarmos a Deus temos que viver no Espírito, pois os que estão na carne não podem agradar a Deus (Rm 8:8). Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus (Rm 8:14).

Por isso não seja insensato, mas entenda qual é a vontade do Senhor para a sua vida. E não se embriague com vinho, em que há contenda, mas encha-se do Espírito Santo. (Ef 5:17-18).

A ressurreição manifesta-se após a morte.

Para ser avivado há de se perceber uma necessidade urgente. Ressuscita-se quem está morto. Anima-se quem está desanimado. Tornar-se mais intenso apenas quem está apático. Quem tem saudade, deseja está perto da pessoa amada. O despertamento ocorre depois do sono. A lembrança vem à memória de quem está esquecido. Estas assim?

Preste atenção nisto: Um avivamento somente é liberado onde há fome de Deus, onde há sede pelo Espírito Santo. Um avivamento começa a acontecer quando há inconformismo com a condição da igreja, e o estado é terminal.

O Senhor está gerando avivamentos espirituais através da imersão nestes sintomas.

Foi assim com muitos avivadores conhecidos na história, está acontecendo comigo. E se passa tudo isto contigo também? Então estás gestante de um poderoso avivamento.

Testemunho completo do avivamento dos Prs Cordeiro

Canal Pastor Nelson Cordeiro
Música Destaque

Rio de Fogo
Ministério de Adoração do Avivamento


Um rio de fogo está fluindo
De Tua presença está vindo
Minha alma está ardendo
Por Tua glória meu SENHOR

Minha alma está sedenta
Meu espírito faminto
Minha carne anela
Tua glória e Tua unção

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Meu coração por Ti batendo
Teu fogo está vindo
Minha alma por Ti clama
É tua glória meu SENHOR

Há uma chama
Em mim ardendo
Paixão por Tua presença
Que não se acabe este momento
Debaixo da Glória do meu DEUS

Doações

SITE MAP



Home
Nossa História
Agenda de Eventos
Cultos
Álbuns de Fotos
Videos
Entre em Contato

SIGA NOS



Facebook
Youtube

VISITE TAMBÉM



Centro Mundial de Avivamento
Pastores Ortega

VISITE NOS